Notícias

voltar

Cooperativismo

Dia Mundial do Meio Ambiente

Publicada: 05/06/2019 - Fonte: CAAL

Dia 05 de junho é o dia mundial do meio ambiente, data comemorativa criada em 1972, com o objetivo de promover atividades de proteção e preservação do meio ambiente. Foi nesta data, e, Estocolmo, que teve início a primeira conferência das Nações Unidas sobre o ambiente humano. A reunião durou até o dia 16 e congregou vários governos e ONG's. Por esse motivo foi a data escolhida como Dia Mundial do Meio Ambiente.

No Brasil ainda é celebrada a Semana Nacional do Meio Ambiente, como consequência da data criada pela ONU. Em Alegrete não é diferente, sendo promovida pelo poder público municipal.

A CAAL também promoveu programação alusiva a esta data, reunindo em seu auditório funcionários de todas as unidades para celebrar o meio ambiente. A palestra tratou de cooperativismo e ações desenvolvidas pela cooperativa em defesa e proteção do meio ambiente. O Presidente da CAAL, José Alberto Pacheco Ramos fez a abertura do evento, enfatizando e reforçando a importância de todos na preservação dos recursos naturais, dando destinação correta aos resíduos e obedecendo as normas de proteção ambiental.

O engenheiro agrônomo Sílvio Neunam discorreu sobre as consequências que ações humanas têm causado na natureza, ilustrando sua fala com imagens sérias de danos aos cursos d’água e à humanidade como um todo. Sílvio também apresentou os programas desenvolvidos pela CAAL, a importância que a cooperativa dá para praticar de fato procedimentos corretos e o apoio que a diretoria oferece em projetos que visam preservar o ambiente.

Outro destaque da noite foi a participação de Oziel Soares, observador de pássaros que tem se destacado com um trabalho de cunho ecológico e preservacionista. Oziel observa e fotografa espécies raras que foram apresentadas em fotos durante a palestra organizada pela CAAL.

Ao final do evento, com apoio da secretaria municipal de agricultura de Alegrete, a CAAL distribuiu mudas de árvores nativas aos funcionários.

Para mitigar os efeitos, que em alguns casos já são sentidos na matriz energética e as mudanças climáticas que afetam o agronegócio, é importante que existam ações para se sustentar o necessário crescimento das atividades produtivas através de ações amigáveis ao meio ambiente. Nesse aspecto, a CAAL tem exemplos marcantes, seja através da usina de geração de energia através da queima de casca de arroz ou na novíssima usina fotovoltaica que está em fase de conclusão. Somente com estas duas iniciativas são toneladas de carbono que deixam de ser dispensadas na natureza.

Também temos como referencial na CAAL o recolhimento e destinação de embalagens vazias de defensivos para reciclagem, orientando sobre o uso adequado da água e do solo.  O Programa Recicle CAAL é outra ação criada com o objetivo de evitar a poluição do meio ambiente, provocada por lixo, diminuindo a quantidade de resíduos depositados em aterros sanitários ou em locais inadequados, que causam a contaminação da água, do ar ou do solo, possibilitando um reaproveitamento dos materiais descartados na natureza.

Através da conscientização sobre a importância da coleta seletiva de lixo nas diversas unidades da cooperativa, foram implementadas as etapas do Programa Recicle CAAL. São elas: coleta seletiva de lixo, recolhimento de pilhas e baterias usadas, recolhimento de óleo doméstico usado, substituição de copos plásticos descartáveis por copos de plásticos laváveis.  Inúmeros são os benefícios do Programa como: uma grande atividade econômica indireta, tanto pela economia de recursos naturais quanto pela diminuição dos gastos com tratamento de doenças, controle da poluição ambiental e remediação de áreas degradadas; geração de empregos para a população não qualificada através da valorização, venda e processamento industrial de produtos descartados, além da diminuição dos gastos com a limpeza urbana.

Apesar de tudo isso demonstrando, a CAAL sabe do seu papel de indutora e promotora de boas práticas junto a seus públicos e entende que temos muito ainda a fazer para garantir a continuidade e o crescimento da produção e atividade econômica sem afetar o meio ambiente.

voltar